7 DICAS QUE VOCÊ ABSOLUTAMENTE PRECISA SABER ANTES DE PEGAR UM GATO

O que um gato precisa?

Você pode comprar praticamente qualquer coisa por impulso. Mas não um animal de companhia!


Então você sempre quis um gato, e está pensando seriamente em pegar um? E você finalmente contempla a idéia de seguir nesta direção? Primeiro você precisa estar ciente de que, quando você adquire um gato, é para (quase) a vida toda, e não só no Natal! – afinal, gatos podem viver até mais de 20 anos.

Além disso, você quer fazer o melhor para atender as necessidades naturais do seu tigre doméstico – então quais são estas necessidades básicas?

O que seu futuro gato precisa para ser feliz com você?

“Dicas de tópicos relacionados a gatos estão listadas abaixo...”


gato

A natureza dos gatos

Você quer um espírito independente? Ou um gato de colo?


Machos e fêmeas podem ser muito fofinhos - é algo da personalidade - ou serem espíritos livres e independentes...

E é impossível prever o futuro. É mais provável que você defina o gênero do seu futuro gato pelo custo – a castração de uma fêmea custa em médio menos do que a castração de um macho.

Em todo caso, é um procedimento absolutamente necessário, já que você não quer a propagação ilimitada de felinos.

A não ser, claro, que você pretenda ter uma criação de gatos. Mas já que existem tantos animais de rua precisando de um lar urgentemente, é melhor repensar esta idéia!


catsbest

Escolhendo um animal resgatado

Pegando o gato em um abrigo


Existem centenas de gatos de todas as idades procurando um lar permanente:

Gatos de rua que foram resgatados, incontáveis crias, gatos abandonados durante uma separação ou depois de seus lares terem sido desfeitos – todos estes podem ser encontrados em um abrigo próximo a você, e animais de raça podem estar entre eles! Você estará fazendo uma verdadeira boa ação se esta for sua primeira opção de um companheiro animal.

Entretanto, deve ser mencionado que você vai precisar de muita empatia e paciência com um gato vindo de um abrigo, já que eles podem ter sofrido traumas em sua vida, e pode levar um tempo até que eles consigam confiar em humanos novamente.

Dica 1: se você está considerando pegar um animal em um abrigo, é interessante visitar o local várias vezes, e observar em diferentes horários. Dessa maneira, você pode descobrir mais sobre as personalidades e diferenças, o que pode ajudar na aclimatação.

pegar um gato

Você quer um adulto ou um filhote?

Um bebê ou um gato crescido?

Um gato adulto dará menos trabalho desde o princípio, já que ele está, até certo ponto, “pronto pra ação”, pois sabe fazer tudo direito. Gatinhos, por outro lado, se tornam independentes bem cedo, e aprendem muito com as mães, mas assim como bebês humanos eles devem aprender tudo do zero – inclusive como usar a caixa de areia.

Além disso, filhotes são naturalmente mais sensíveis e suscetíveis a ficarem doentes. E quando chegam a certa idade, devem ser castrados – quando o animal já é adulto, o tutor anterior provavelmente já tomou conta disso.

Dica 2: quanto mais jovem o gato, maior o ‘capital inicial’ – e você vai precisar de mais tempo para acostumar o gato a seu novo lar, e ensinar as regras básicas de higiene.


Quando você pode separar um filhote de sua mãe?


Um estudo finlandês com mais de 5700 gatos de várias raças chegou à seguinte conclusão: filhotes que foram separados da mãe antes da oitava semana de vida eram definitivamente mais agressivos com os novos membros da casa, em comparação a animais que foram separados das mães com 12 a 13 semanas.

Animais que foram desmamados após 14 a 15 semanas provaram ser mais dóceis, apresentavam melhor apetite e não demonstravam sintomas indesejáveis como lambedura compulsiva.

Em suma, estes gatos apresentaram um melhor desenvolvimento por estarem junto a suas mães até chegarem em uma certa idade, ou nunca terem sido separados.

- Parece um paralelo com o desenvolvimento de humanos, não acha?


cat

Checklist antes de você adquirir um gato

  • Você tem tempo para cuidar de um pet? Ou você está sempre fora de casa? Gatos demandam muito tempo e afeição, especialmente quando são de ambiente interno exclusivamente. A grande maioria dos gatos não gosta de mudanças, e prefere rituais e constância.

  • Você tem espaço suficiente? Um gato precisa de seu espaço próprio – e o ideal seria também ter uma área externa para explorar.

Dica 3: Se você mora em uma casa alugada, você deve checar com seu senhorio se ele aprova a presença de um gato. Em alguns casos, se você mora em um apartamento, você pode precisar de uma autorização dos outros residentes.

  • O fator custo – você pode pagar pela comida de gato, areia sanitária, acessórios e visitas ao veterinário? Acima de todos, o último pode ser bem caro, especialmente se seu gato apresentar uma condição crônica.

  • A personalidade do gato se adequa a sua? Observe o gato, se possível, em diferentes horários, antes de decidir. Se você gosta de paz, um animal selvagem e exuberante pode não ser a melhor opção. Existem gatos e gatos – e suas naturezas variam tal qual seres humanos!

  • Comportamento tímido e retraído é infelizmente comum em gatos de abrigo, mas com uma confiança crescente isto pode se tornar o oposto: gatos que passaram maus bocados geralmente se tornam excepcionalmente afeiçoados.

  • Se você não encontrar o seu ‘gato dos sonhos’ em um abrigo, então compre um apenas de um criador sério e certificado – ou então dê um lar a um gato de rua – ele lhe será muito grato!

Dica 4: Tente conseguir o máximo de informações sobre a vida anterior do gato que você se interessar. Isso vai te colocar na melhor posição de julgar se você e o gato vão realmente se dar bem.

blog

Como reconhecer um bom criador de gatos?


  • Um bom criador mantém seus animais em seu apartamento ou casa, e eles tem contato com a família.

  • Gatos devem se reproduzir apenas uma vez por ano. Pergunte a seu criador se ele observa esta regra.

  • Claro que o criador deve saber tudo sobre a raça e necessidade dos animais, e deve oferecer voluntariamente as informações de um jeito compreensivo.

  • A afiliação a uma associação de criadores pode dar indicativos, mas infelizmente não garante cem por cento a seriedade do criador.

  • É interessante passar longe de filhotes que são (supostamente) vendidos a preços baixos!

  • O ideal, quando se compra um animal de pedigree, é receber um documento com a árvore genealógica do animal, e garantir que o registro dos proprietários seja atualizado após a compra.

  • No caso de gatos de pelo longo, os gatos já devem estar acostumados a rotina de cuidados diários.


É triste, mas existem ‘ovelhas negras’ que fingem ser criadores para vender os gatos, mas apenas permitem que os animais se reproduzam de maneira irresponsável. Então você deve ser bem cuidadoso quando escolher um criador!


cb

Os gatos devem ficar sozinhos?


Gatos começam a se tornar sociáveis por volta da quarta semana de vida. Na maioria dos casos isso envolve os irmãos (‘filhos únicos’ são raros em gatos). Durante este período eles aprendem tudo sobre a interação entre gatos, e desta maneira eles são ensinados não só pela mãe, mas também pelos irmãos.

Se um gato cresce sob estas circunstâncias e de uma maneira apropriada a sua espécie, ele vai ser um “caçador solitário” por toda sua vida; mas apenas em casos excepcionais ele se torna um “animal solitário”, já que gatos vivem em bando.


Gatos amam gatos


Já que esse é o caso, se você quer manter o gato em ambiente fechado, seria interessante oferecer um lar a dois gatos – temos que admitir que nenhum humano pode substituir um gato completamente. Por mais que você tente, você nunca vai satisfazer a necessidade de proximidade e entretenimento da mesma maneira que um membro da mesma espécie. Mas claro que tudo bem – você é humano afinal de contas, e não tem que se transformar em gato só para deixar seu gatinho feliz!

Quando vários gatos são mantidos no mesmo local, eles se divertem e brincam juntos. E fenômenos desagradáveis concomitantes que podem resultar do isolamento – como falta de higiene e outras formas de comportamento inapropriado – não irão ocorrer.

É diferente quando falamos de gatos com acesso externo. Eles tem aventuras o suficiente no mundo selvagem, e também vão encontrar outros amigos peludos.


Vários gatos, ou só um?

Quais tipos de gato se dão bem?


Irmãos
são a combinação ideal, por natureza – é a melhor chance de desenvolver uma amizade felina ideal.

Isso também funciona bem quando se junta um gato mais velho com um muito mais jovem. Pelo menos no começo, o mais velho vai fingir que não vê as peraltices do pequeno.


Os benefícios de ter dois gatos


Dois gatos reduzem o estresse que um gato entediado lhe dá quando arranha os móveis, ou se envolve em outras safadezas. As contas com veterinário também serão mais baixas com um gato a mais, já que
gatos que vivem juntos são menos suscetíveis a contraírem doenças.

Entretanto, você vai ter que encher dois potes, e as bandejas sanitárias (duas por gato é ideal) também devem ser limpas regularmente.

Se você usar uma areia sanitária de alta qualidade como a Cat’s Best, entretanto, este trabalho é mais simples. A areia sanitária vegetal pura utiliza fibras ativas de madeira refinadas tecnologicamente, que absorvem a umidade e odores e imediatamente os capturam. É por isso que você pode deixar Cat’s Best por até sete semanas na bandeja antes de ter que trocá-la por completo. Isto resulta em uma limpeza natural, e faz com que ir ao banheiro seja uma agradável caminhada na floresta para o seu gato.

catsbest

Coisas que você precisa comprar para seu gato


Para deixar o novo membro do seu lar feliz em níveis emocional e físico, você deve
oferecer o equipamento certo.

  • Areia e bandeja sanitárias são indispensáveis, claro. Para cada gato você deve ter duas bandejas – que estejam localizadas em local acessível e silencioso

  • Quanto a alimentação, é interessante ter vários recipientes para água e alimentos feitos de metal, vidro ou porcelana. A comida deve ser sempre oferecida em um recipiente limpo. Falando nisso, gatos adoram beber de fontes, e até direto da torneira!

  • Por favor dê ao seu gato um alimento de qualidade e apropriado para sua espécie, com uma dieta completa e balanceada. Oferecer apenas ração seca não é uma boa idéia. Se possível, ofereça várias pequenas porções ao longo do dia, é a sua melhor opção.

Dica 5: se você quiser um gato saudável e em forma, cuide de sua higiene. Remova a areia suja da bandeja sanitária diariamente, e troque toda a areia sanitária regularmente. Cuide para que os recipientes de comida e água estejam sempre limpos.

  • Para gatos de ambiente interno, você precisará de poleiros com arranhadores. Existem vários tipos disponíveis no mercado. Eles podem ser peças de mobília de grife e caras, feitas por estilistas, ou simples criações caseiras feitas de madeira natural. O importante é oferecer ao seu gato muitas oportunidades para afiar suas garras.

  • Mesmo os mais brincalhões precisam descansar de vez em quando, e para isso precisam de um lugar confortável para se recolherem – o ideal é uma caverna fofa ou um travesseiro favorito: um refúgio confortável, podemos dizer, onde seu gato vai realmente descansar.

  • Gatos de ambiente interno gostam de beber água de fontes e comer grama para gatos. Isso garante que eles consigam ingerir líquidos e vitaminas suficientes.

  • Como gatos são animais que habitam cavernas, uma simples caixa de papelão (mesmo que ela não seja de uma loja famosa) pode estimular os gatos e deixá-los bem animais. Corte alguns buracos de tamanhos diferentes, coloque uma tampa – e a diversão começa!

  • Outro acessório indispensável é uma caixa de transporte. Caixas de plástico com uma tampa que abra e feche no topo são ótimas, para que você possa colocar o gato confortavelmente dentro da caixa, sem stress. É uma boa idéia colocar um coberto bem conhecido e confortável dentro. Você deve acostumar seu gato com a caixa desde o começo, já que às vezes uma visita ao veterinário pode ser necessária.

  • Se o seu gato de ambiente interno sai para a sacada, é bom instalar uma rede de proteção apropriada para gatos, para que ele não possa escapar e cair. Se você quer instalar este tipo de rede, talvez precise pedir permissão para seu senhorio.

  • Se você tem um gato de ambiente externo vivendo em sua casa, mas não pode estar sempre junto para abrir a porta, é interessante instalar uma portinhola. Para evitar que vários gatos da vizinhança venham se divertir na sua casa, você pode instalar uma portinhola equipada com um chip individual, que permita acesso apenas para seu gato.

  • Brinquedos para gatos são importantes para gatos de ambiente interno, já que eles não tem tantos estímulos e experiências quanto os gatos de ambiente externo tem quando saem para passear. Pela mesma razão, gatos puramente de ambiente interno são mais apegados e melhores com pessoas, mas também são dependentes de entretenimentos extras.

  • Dependendo do pelo do gato, existem várias ferramentas para cuidados disponíveis: pentes com dentes especiais, escovas, facas para aparar e até cremes capilares para facilitar o penteado. Cuidar do pelo de seu gato não é apenas um prazer, é obrigatório – especialmente com gatos de pelo longo, semi-longo e idosos que não são flexíveis o suficiente para atingir todos os pontos do corpo para se limpar.

Dica 6: é muito fácil fazer brinquedos para gato você mesmo. Você pode achar muitas sugestões na internet. É bom para o meio ambiente, e muito divertido!

gatos

Vivendo com gatos


Vivendo com um gato (ou gatos) vai lhe dar muitos momentos incríveis, pois gatos tem um jeito irresistível de atrair a atenção de seus cuidadores.
Não é errado quando as pessoas chamam donos de gatos de ‘abridores de lata’ e ‘abridores de porta’. É realmente mágico como gatos são bem sucedidos em treinar ‘seus’ humanos – e eles já fazem isso a centenas de anos!

Mas na verdade não é surpresa: a sinergia humano-felina (ou devo dizer, felina-humana) é simplesmente perfeita! Gatos gostam dos cuidados que você dá, e para você é uma sensação incrível ter um animal selvagem que confie tanto em você que ele deita de lado ou de costas (que é uma posição defensiva) e o convida a fazer carinho.

E além disso, é cientificamente provado que agradar um gato que está ronronando é muito relaxante.

É menos relaxante, claro, quando um gato de repente desenvolve atitudes estranhas. É um muito desagradável quando um gato deixa de ser ‘limpo’. Podem haver muitas causas para isso, o que está compilado nas Dicas CAT’S BEST de Higiene para Felinos – elas vão lhe dar muitos conselhos e sugestões sobre o assunto.

Dica 7: antes de adquirir seu gato, é bom escolher o veterinário. Compare os custos de inoculações, vermífugos e outros tratamentos. Procure resenhas na internet, ou pergunte para outros gateiros quem eles indicam. E é importante pensar em alguém para cuidar de seu gato se você sair de férias, ficar doente, ou não está em condições de cuidar de seu gato.


Gatos gostam de silêncio


Basicamente o seu gato prefere um local calmo e bem cuidado. Gatos
adoram rituais e programas diários – horários regulares de alimentação, caixa de areia sempre no mesmo lugar e limpas no mesmo horário todo dia. A maioria dos gatos reagem mal a variações. Remanejamento de mobília, um apartamento completamente novo, animais ou humanos novos na casa, um ritmo diferente de vida – todas essas coisas podem perturbar um gato de alguma maneira.

Mas todos os gatos acham estas coisas muito desagradáveis: fumaça de cigarro, música alta, vozes nervosas, bandeja sanitária suja e a falta de um lugar para fugir.


Gatos gostam de silêncio
Cat's Best Katzentipps

Adquirindo um gato – o essencial


Como Loriot – conhecido como Vicco von Bülow – disse sobre sua raça favorita de cão:

'Uma vida sem cachorrinhos é possível, mas sem sentido.'


Isso é igualmente aplicável a gatos!

Devemos admitir, a vida com um novo parceiro tem certos riscos, e provavelmente você vai ter que fazer sacrifícios – mas ao mesmo tempo, sua vida vai ser muito mais rica:

Seu companheiro animal escolheu estilizar suas cortinas com umas franjas arrojadas – e logo em seguida, pula no seu colo, ronronando, e gentilmente esfrega sua cabeça contra suas rugas de preocupação – eu juro, você não tem a mínima chance!

Mais sobre os gatos

Diese Webseite verwendet Cookies. Durch die Nutzung der Webseite stimmen Sie der Verwendung von Cookies zu. Datenschutzinformationen